EUA querem banir a app TikTok

EUA querem banir a app TikTok

Categoria : Redes Sociais Visitas: 858 Tempo de Leitura: 3 Minutos

Alguns senadores dos Estados Unidos pretendem que o famoso TikTok seja banido no país – ou pelo menos investigado por censura. A India já baniu a app.

A afirmação foi feita pelo ex-funcionário da CIA e atual Secretário de Estado Mike Pompeo. Esta segunda-feira, o membro do governo norte-americano veio a público dizer que os Estados Unidos estão a ponderar a proibição de algumas apps com origem na China, entre as quais o TikTok, devido a alegadas partilhas de dados e informação com o governo chines. “Não me quero sobrepor ao presidente, mas é algo que estamos a analisar”, afirmou Pompeo numa entrevista à Fox News.

Secretário de Estado afirmou que o TikTok deverá ser banido

Em jeito de resposta, os porta-vozes do TikTok dizem que possuem locais para armazenamento de dados nos Estados Unidos e em Singapura, por exemplo, apesar de não ser de todo claro se todas as fotografias, vídeos e usernames dos utilizadores norte-americanos ficam aí armazenados.

A empresa detentora da aplicação do momento ainda está a tentar apaziguar os ânimos com a India, que baniu a app na semana passada, juntamente com outras 58 apps com origem na China. Para isso, os criadores da aplicação afirmam poder armazenar todos os dados de utilizadores indianos num servidor naquele país – algo que a empresa já tinha dito que iria construir há um ano, mas que nunca cumpriu.

Os senadores norte-americanos têm vindo a levantar preocupações sobre a forma como o TikTok armazena os dados dos users, dizendo que olham com apreensão para uma lei chinesa que obriga as empresas nacionais a apoiar e cooperar com os serviços secretos e agências de inteligência controlados pelo Partido Comunista Chinês.

EUA dizem estar preocupados com lei chinesa

Recentemente, Donald Trump pôde perceber de perto um pouco do poder do TikTok: durante o seu comício em Tulsa, milhares de utilizadores da app compraram bilhetes que depois não usaram. O resultado? Terrível para o presidente norte-americano, com metade do espaço completamente vazio. Esta poderá ser a desculpa perfeita para avançar com o banimento.

Atualmente, o TikTok é o símbolo mais visível da China, aproximando-se dos EUA no que toca ao consumo de novas tecnologias. Só para que se possa perceber esta comparação entre o que tem um país e o que tem o outro: Whatsapp e WeChat, Snap e Instagram. Só que agora, os chineses têm o TikTok que é ainda maior que tudo isto. E o problema é que não foi uma empresa do Brasil, da Rússia ou da França que o criou. Foi a China, país que está fortíssimo nesta área à escala global.

Huawei é a versão mais madura da app, e que também está a sofrer com as sanções impostas pelos Estados Unidos. Numa notícia avançada pela Reuters, lê-se que o TikTok deverá deixar os seus escritórios de Hong Kong dentro de poucos dias – depois de o governo chinês avançar com novas leis de segurança nacional para a cidade.

Um dos grandes problemas do banimento do TikTok é que tal deverá ter repercussões no poder e no dinheiro de Silicon Valley. A empresa Sequoia Capital of Menlo Park, na Califórnia, investiu mais de cem milhões de dólares num dos criadores da companhia, a ByteDance – apesar de o ter feito através da sua unidade na China.

Os jovens são os principais utilizadores da app

Aqui podemos ainda considerar o facto de que empresas muito maiores, incluindo a Intel, têm mantido relações com a Huawei e têm falhado nas tentativas de influenciar Washington a levantar as restrições à produtora de sistemas de telecomunicações. Da mesma forma, podemos assumir que irá acontecer o mesmo com Silicon Valley.

Já o banimento do TikTok na India chega numa altura em que o país atravessa uma acesa disputa com a China, relativa a território não muito afastado do Tibete. Esta luta levou a que muitos indianos deixassem de importar tecnologia chinesa – no que acabou por resultar num boicote de pequenas empresas aos produtos Made in China. Mais tarde, ativistas tiveram como alvo um dos edifícios indianos da aplicação.

Depois, o governo indiano baniu mesmo dezenas de outras aplicações nas app stores daquele país. Nesta contenda geopolítica entre Estados Unidos da América e China, veremos qual será o próximo passo que Washington irá tomar; banir aplicações chinesas poderá ser só a primeira parte.

Tags:
redes sociais
social media
tiktok
usa
china
eua
estados unidos da américa
donald trump
india
made in china

Catarina Sousa's Posts

Catarina Sousa

A former journalist on newspapers and TV, now publicist and creative mind at her own agency. Passionate about writing, creating ads and watch Law & Order. Married, mom of two adorable cats.

Gostou do nosso Blog? Subscreva já!

Não se preocupe, nós tambem não gostamos de spam! Iremos apenas enviar os nossos artigos de Blog ou notícias importantes. Poderá ler a nossa Política de Privacidade e Termos e Condições, e poderá remover a sua subscrição a qualquer momento

Comentários

Artigos Relacionados

10 dicas para trabalhar melhor a partir de casa
Categoria : Geral  Catarina Sousa PostsCatarina Sousa
10 dicas para trabalhar melhor a partir de casa

Com o aumento constante do número de casos de coronavírus, parece ser seguro que nos próximos mes...

há 3 semanas | Visitas: 793 | Leitura: 4 Minutos

Ler mais..
Fake News: saiba como as detectar
Categoria : Geral  Catarina Sousa PostsCatarina Sousa
Fake News: saiba como as detectar

Não há dúvidas de que a internet hoje em dia se divide muito entre o que são notícias reais, co...

há 4 semanas | Visitas: 639 | Leitura: 5 Minutos

Ler mais..
Apple divulga atualização contra jailbreak 📱📵
Categoria : Segurança  Catarina Sousa PostsCatarina Sousa
Apple divulga atualização contra jailbreak 📱📵

A Apple acaba de divulgar a atualização de software que acaba com uma vulnerabilidade que permitia...

há 2 meses | Visitas: 729 | Leitura: 1 Minuto

Ler mais..