Usa VPN? Saiba os perigos que corre ☠️

Usa VPN? Saiba os perigos que corre ☠️

Categoria : Segurança Visitas: 1010 Tempo de Leitura: 6 Minutos

Se frequentemente usa programas ou sites para ver filmes e séries em streaming, como o Stremio ou o Popcorn Time, saiba que o seu IP pode estar comprometido. Se usar uma VPN, a sua ligação pode estar a ser usada em qualquer parte do mundo para fazer negócios que podem ser ilegais, bem como para levar a cabo transações que podem não ter graves consequências, mas que também podem ser prejudiciais.

Assustador, certo? Comecemos pelo início: o que é uma VPN?

VPN é a sigla para Virtual Private Network ou, em português, rede privada virtual. Ela é normalmente usada quando se pretende um canal de comunicação mais seguro – no caso dos websites onde vê aquele filme acabado de ir para o cinema ou a série que só está disponível na Netflix ou em outros países, é geralmente recomendado o uso de uma destas redes, pois trata-se de uma prática ilegal e, assim, esconde o seu verdadeiro IP e identidade.

O seu IP pode ser vendido e usado por terceiros de forma maliciosa

Muitas vezes, só consegue ver esses conteúdos através de uma VPN. É quase como se estivesse a usar uma rede segura, impossível de rastrear, em cima de uma rede dita convencional, ou doméstica. Assim, através de dados altamente encriptados, é possível trocar dados de forma fiável sobre redes públicas.

Imagine uma loja com uma ligação à Internet: o comerciante pode criar uma VPN para a empresa e entrar no sistema interno, como se estivesse ligado, de forma física, à rede local da empresa. Esta é uma prática muito utilizada por estudantes universitários, por exemplo, já que a partir de casa conseguem entrar na rede da faculdade e aceder ou partilhar documentos e ficheiros.

Desconfie sempre das VPN gratuitas

Nunca, mas mesmo nunca, aceite quando lhe oferecem uma VPN gratuita sem antes ler todas as letras miudinhas dos termos, condições e questões frequentes. Isto porque o dinheiro que não está a gastar pode estar a custar-lhe a segurança e a privacidade.

As soluções mais comuns são aquelas em que você acede a um conteúdo em Portugal mas, aparentemente, está em qualquer outra parte do mundo. Os proxies e as VPN fazem este trabalho: permitem-lhe ver conteúdos bloqueados no seu país de origem, por exemplo, ao definirem a sua localização num outro país.

Claro que toda a gente gosta de aceder a conteúdos de forma gratuita, ou que estaria restrito por questões legais, e é muitas vezes por causa disto que as pessoas acabam por cair em esquemas através das VPN gratuitas.

Uma das práticas mais recorrentes é o uso de botnets, ou seja, de computadores em rede que usam redes domésticas – que dificilmente serão bloqueadas – para levar a cabo atividades dúbias.

Desconfie sempre que lhe oferecem uma VPN gratuita

Vejamos então um dos esquemas que mais tem dado que falar, precisamente por se aproveitar das ligações domésticas – e de utilizadores que, simplesmente, não se dão ao trabalho ou esquecem-se de ler todas as condições, antes de acederem à VPN gratuita.

É grátis, mas o seu IP fica refém

A palavra “grátis” nunca pode ser vista no seu sentido mais lato quando estamos a falar de aceder a websites bloqueados através de uma VPN ou de um proxy. Na realidade, estes serviços permitem que terceiros, de forma maliciosa, acedam aos seus dados pessoais ou, em casos extremos, utilizem a sua ligação à internet para fazer negócios ilegais online.

Este é o caso da Hola, um serviço que providencia redes virtuais privadas de forma gratuita e que já será usado por mais de 182 milhões de pessoas. A empresa foi fundada “com o objetivo de tornar a internet melhor através de tecnologias avançadas de encaminhamento – tornando a web mais rápida, aberta e barata”.

No website, é descrita como “rentável e a crescer rapidamente”. Com uma “presença global”, os principais investidores são a DFJ (Silicon Valey), a Trilogy (Seattle), a Magma (Israel), a Horizons Ventures (Hong Kong) e a Orange (França).

Parece tudo ótimo e legítimo, não é? Pois, mas se olharmos para as FAQ (Frequently Asked Questions), vemos que, caso se opte pela versão gratuita, o IP e a conexão à internet serão usados pela empresa – ou vendidos a terceiros, para fazerem rigorosamente o que quiserem.

Leia atentamente as condições de serviços da Hola para perceber como vão usar o seu IP

“O uso (...) é livre de encargos em troca do uso seguro de alguns dos recursos dos seus aparelhos (WiFi e dados móveis muito limitados no seu telemóvel), e apenas quando não os está a usar. Pode desativar esta opção ao subscrever o serviço Hola PLUS”. Ou seja, caso não permita estas utilizações, pode pagar à empresa para obter acesso à VPN ou Proxy.

Recordamos que nunca saberá de que forma é que a sua ligação está a ser usada: podem estar a ser cometidos crimes, como lavagem de dinheiro ou compra de armas, ou a serem criadas contas falsas no Instagram, mas você nunca saberá ao certo.

As VPN gratuitas podem permitir a terceiros entrar e ter acesso a todo o conteúdo a que você acede, e estas empresas vendem-lhes o seu endereço de IP, o tipo de sites que visita, entre outros; em jeito de resumo, fazem exatamente o contrário daquilo que você procura quando acede a uma destas redes seguras.

Além da grave questão de segurança, a sua ligação pode ficar mais lenta, a conexão instável e a encriptação pode falhar.

Não esquecendo, claro, que caso haja qualquer atividade ilegal feita a partir da sua rede, o rasto vai até si e nunca até quem a usou.

A ligação à Luminati

A Hola recomenda a Luminati para o uso comercial de proxies, em qualquer parte do mundo, sendo que esta última tem como objetivo vender IP’s domésticos que não são bloqueados tão facilmente.

Tudo isto é um grave atropelo à segurança digital, sendo que muitas pessoas acabam por subscrever este tipo de serviços sem terem uma noção sequer aproximada dos perigos que enfrentam. Um proxy, por exemplo, que encaminha o seu tráfego na internet sem o encriptar, pode ler todas as suas informações pessoais. E isto significa que estes dados privados, enviados através de ligações inseguras, podem ser capturados e feitos reféns pelo operador.

No essencial, as VPN são mais seguras que um proxy, mas estas versões gratuitas podem não o ser assim tanto.

Filmes e séries ilegais: perigos disfarçados

O Popcorn Time e o Stremio, dois dos serviços de streaming pirata mais utilizados, são um verdadeiro perigo para os seus dados. Se usa estas plataformas, saiba que elas estão a aceder à sua conexão à internet para... bem, nunca saberemos para quê, mas certo é que este procedimento é perigoso pois podem estar a ser cometidos crimes com o seu IP. Basicamente, em seu nome.

Plataformas de streaming são um perigo à espreita para os seus dados

Nunca se questionou como é que estas plataformas são gratuitas? Só o são porque ganham algo com isso; sem querer, você oferece-lhes as suas informações, o seu IP e a ligação caseira à internet em troca de filmes em HD ou séries que só passam nos Estados Unidos ou em qualquer outro país.

Se fizer um sniffing à rede enquanto estiver a utilizar estes serviços para ver filmes e séries, verá atividades que não reconhece. Para este efeito poderá utilizar ferramente com o Burp Suite, Fiddler ou WireShark.

O que fazer? 

Para começar, livre-se de todo e qualquer serviço pirata que possa estar a aceder de forma ilegítima ao seu IP e rede, vendendo-os a terceiros. Caso necessite mesmo de uma VPN ou proxy, pesquise afincadamente pelas soluções mais transparentes e fiáveis. Nunca se esqueça de ler os termos e condições, bem como qualquer indicação de como realmente funciona o serviço. 

Tags:
web
security
VPN
web security
segurança online
proxy
hola vpn
luminati

Catarina Sousa's Posts

Catarina Sousa

A former journalist on newspapers and TV, now publicist and creative mind at her own agency. Passionate about writing, creating ads and watch Law & Order. Married, mom of two adorable cats.

Gostou do nosso Blog? Subscreva já!

Não se preocupe, nós tambem não gostamos de spam! Iremos apenas enviar os nossos artigos de Blog ou notícias importantes. Poderá ler a nossa Política de Privacidade e Termos e Condições, e poderá remover a sua subscrição a qualquer momento

Comentários

Artigos Relacionados

5 ideias para promover o seu restaurante online 👩‍🍳👨‍🍳
Categoria : Marketing  Catarina Sousa PostsCatarina Sousa
5 ideias para promover o seu restaurante online 👩‍🍳👨‍🍳

A comida é deliciosa, o menu é diversificado, o ambiente é fantástico e o atendimento é maravil...

3 semanas atrás | Visitas: 347 | Leitura: 10 Minutos

Ler mais..
Alternativa para Calibre Server, crie a sua própria livraria de e-books 📕
Categoria : Geral  Pedro Martins PostsPedro Martins
Alternativa para Calibre Server, crie a sua própria livraria de e-books 📕

Se é amante de e-books, certamente já utilizou o Calibre para transferir e organizar a sua bibliot...

1 mês atrás | Visitas: 487 | Leitura: 5 Minutos

Ler mais..
O Dia dos Namorados e as pesquisas no Google 👩‍❤️‍👨
Categoria : Geral  Catarina Sousa PostsCatarina Sousa
O Dia dos Namorados e as pesquisas no Google 👩‍❤️‍👨

Se o seu coração já está a bater mais forte com a aproximação do Dia dos Namorados, saiba que ...

1 mês atrás | Visitas: 812 | Leitura: 5 Minutos

Ler mais..